Brasília Kubitschek de Oliveira (Ronaldo Costa Couto)

quinta-feira, 24 de junho de 2010 |

por Lílian Alcântara



A caminhada de Juscelino até o poder já é por si só interessantíssima. Passou pelo seminário, foi telegrafista, formou-se em medicina, foi militar (médico) e aos pouco passou a servir a política, ainda no governo de Getúlio Vargas. Como prefeito de Belo Horizonte já começa aparecer como o mesmo Juscelino dos 50 anos em 5. Constrói a Pampulha – projetada por Oscar Niemyer – e atrai artistas para Minas, que estava um pouco atrasada em relação ao Modernismo. 

Como governador do estado não pára um segundo e investe pesado em transporte e energia. Mostra-se totalmente estadista e disposto à dar o máximo de si para realizar suas obras. Assim como presidente, sempre articulando a oposição à favor de suas obras.

Constrói Brasília à num prazo inacreditável e tira a capital do Rio de Janeiro, onde a situação era caótica. Além de descentralizar as atenções do eixo RJ-SP. Juscelino recuperou o “orgulho de ser brasileiro” do povo. É essa história que o livro Brasília Kubitschek de Oliveira conta, através de entrevistas e citações.
Promoção

Em parceria com a Editora Record estaremos sorteando um exemplar da 6ª edição (2010) revisada e ampliada em comemoração aos 50 anos de Brasília. Para participar é necessário seguir, via Twiter, a @editora_record e o @cabeceiradig e retwittar a seguinte mensagem do @cabeceiradig: “Concorra ao livro "Brasília Kubitschek de Oliveira" (http://migre.me/RXWe) dando RT e seguindo @cabeceiradig e @editora_record. 

0 comentários: